Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



HA GENTE QUE VALE A PENA

por sopa-de-letras, em 12.04.16

brasil 075.jpg

brasil 079.jpg

DESPEDIDA DO GRUPO.jpg

FRANCISCO À CHUVA.jpg

FRANCISCO+MAGDA.jpg

SERTÃO.jpg

VOLTANDO DO BANHO DE CHUVA.jpg

 

Hoje partiu Francisco Nicholson.

A ultima vez que o vi estava internado no hospital, tinha acabado de fazer um transplante de figado, e isto aconteceu ha uns doze ou treze anos.

Eu e a Ritinha fomos visita-lo e levamos-lhe as fotos das ferias do Brasil, onde eramos vizinhos de bangalou.

Eu tinha uma ma opiniao acerca de vedetas.

Quando percebi que o Francisco e a Magda eram nossos vizinhos nao fiquei muito satisfeita. Mas isso foi so no primeiro dia. A partir do primeiro cumprimento tudo mudou.

Eles eram um casal perfeito, e junto deles ninguem estava triste e nem tao pouco serio.

Nada de vedetismos, uma simpatia e simplicidade extremas, muito boa disposicao, e milhares de historias para contarem.

Simpatizamos de imediato uns com os outros, e passamos a encontrar-nos para fazer juntos algumas refeicoes e passeios.

Foi formidavel.

Por muito que eu diga nao consigo descrever fielmente aqueles momentos.

Recordo-me duma noite em que estavamos a jantar no hotel e o Francisco estava a contar uma das suas historias (verdadeiras), e comecou a rir, mas o riso dele era contagiante, e foi-se espalhando pela mesa, e as tantas estavamos todos chorando de tanto rir e sem nem saber bem porque.

Onde quer que estejas Francisco, que a tua alegria continue a ser contagiante. Gente como tu, nao morre.

Um beijinho para ti e outro para a tua Magda, acrescido de um forte abraco. ( Neste momento ela precisa mais do que tu)

PS: Nesse verao estavamos todos atordoados com o que estava acontecer ao Carlos Cruz por causa do escandalo Casa Pia.

Sempre que podiamos andavamos a tentar ver noticias de Portugal.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:24


ESTÃO PARTINDO OS INESQUECIVEIS

por sopa-de-letras, em 12.04.16

http://www.jn.pt/cultura/interior/morreu-o-ator-francisco-nicholson-5122080.html

 

Cultura

Morreu o ator Francisco Nicholson

O funeral de Francisco Nicholson realiza-se na quinta-feira, às 10.30 horas, e o corpo seguirá para o cemitério do Alto de São João, onde será cremado.

Francisco Nicholson morreu no Hospital Curry Cabral, em Lisboa, na sequência de complicações decorrentes de um transplante hepático a que foi submetido há uns anos, indicou a assessora de imprensa da Casa do Artista.

Francisco Nicholson começou a fazer teatro aos 14 anos, no antigo Liceu Camões, sob direção do encenador e poeta António Manuel Couto Viana, a convite do qual veio a pertencer ao Grupo da Mocidade, que integrou com, entre outros, Rui Mendes, Morais e Castro, Catarina Avelar e Mário Pereira.

 

Estudou em Paris, frequentando a Academia Charles Dullin, do Théatre Nacional Populaire, privando com grandes nomes do teatro francês, como Jean Vilar, Georges Wilson, Gerard Philipe.

No currículo, tem a autoria das novelas "Vila Faia", "Cinzas", "Origens", "Os Lobos" e "Ajuste de Contas", tendo também assinado várias revistas no teatro.

Em 2014, surpreendeu com o primeiro romance "Os mortos não dão autógrafos", que dedicou à mulher, a atriz e bailarina Magda Cardoso.

* com Lusa

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:18