Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



MEMORIAS DA MINHA INFÂNCIA

por sopa-de-letras, em 24.05.14

 

 

Quando eu era miuda, havia la no meu bairro um pe de " rapazinhos ".

Talvez houvesse mais, ja nao me lembro, mas aquele eu nao esqueci.

Ficava em frente `a mercearia do Pintado, na esquina oposta.

Nessa casa morava uma miuda mais ou menos da minha idade, chamada Mercedes.

A casa dela fazia esquina e tinha um quintal que se prolongava ate quase a barbearia.

Na vedacao do quintal, la estava o pe de " rapazinhos ", metade para o lado de dentro e outra metade , ou mais, para o lado da rua.

Sempre que por ali passava, era mais que certo que roubava umas quantas florinhas.

Puxava a florzinha e chupava-lhe o pe. Era doce.

Tal como se fazia com o caule das azedas, so que neste caso o sabor era acido.

Cresci, ja dei tantas voltas na vida, e nunca mais me lembrei daquelas florinhas vermelhas.

No ano passado andava, num garden centre, procurando umas roseiras para plantar no meu jardim, qual nao `e o meu espanto, quando dou de caras com um vaso de " rapazinhos ".

Mas que grande alegria senti !!!

`E claro que veio comigo, plantei-o, e esta enorme, tal como se pode ver nas fotos tiradas hoje.

`E bom ter junto de nos coisas que nos manteem as memorias de infancia.

 

 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 15:09


NUNCA `E TARDE

por sopa-de-letras, em 27.04.13

 

Nunca `e tarde para fazermos seja o que for, pela primeira vez em nossas vidas.

Ha tres anos, pela primeira vez, plantei uma arvore. Melhor dizendo, semeei um caroco de alperce, num vaso.

Tem crescido, lentamente, e nunca deu mais do que folhas.

Hoje tive uma surpresa que muito contente me deixou.

A minha pequena arvore tem uma florzinha.

As folhas ainda nao abriram, mas aquela florzinha ja esta aberta.

Sera que vai dar frutos? Sera que sao comestiveis?

Vamos aguardar para ver.

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:16