Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]




contador de visitas online


PERDER UM FILHO

por sopa-de-letras, em 07.07.17

img-1689.jpg

 

Quando a fatalidade bate á nossa porta e nos leva um filho...

Colapsamos !!!

`E assim como o estilhaçar de um cristal perante a vibração da má sorte.

Nós sentimos que, por muito que tenhamos errado na vida, não merecemos aquilo.

Ninguem merece uma coisa assim.

Ninguem merece a desgraça de sobreviver a um filho.

Chegamos a sentir que não temos o direito de estar vivos.

De tanto sofrer, a gente deixa até de sentir. Contraditório? Olhe que não.

Somente quem já perdeu um filho sabe do que falo.

Tudo dentro de nós se desintegra.

Recusamo-nos , terminantemente, a aceitar que aquilo não é um pesadelo, e a unica coisa que queremos `e acordar dele.

Não queremos viver...não queremos nada....apenas acordar do pesadelo.

O tempo vai passando, e de vez em quando, olhamos para fora de nós, e surpreendemo-nos com o, normal, andamento do mundo.

Como `e possivel que o mundo continue a girar, alheio `a nossa

catástrofe ?!...pensamos.

Pouco a pouco, vamos percebendo que não `e um sonho mau, um pesadelo, e lentamente, vamo-nos adaptando `a nossa nova realidade.

A nossa vida nunca mais volta a ser como era antes.

Aprendemos a viver com aquilo dentro de nós.

Pensar que nunca mais voltamos a ver a nossa " criança " não ajuda nada.

`E preciso refazer toda uma forma de pensar e de sentir.

Em vez de chorarmos de sofrimento porque perdemos,

devemos deixar entrar a paz e a gratidão , porque um dia tivemos a felicidade de ter aquele ser em nossa vida.

Varia de pessoa para pessoa o tempo de reabilitação .

Cada um tem o seu tempo.

Admiro, sinceramente, as mães e os pais que sobrevivem aos filhos.

Sei, por experiência própria, quanta coragem `e necessaria. Conheco bem o percurso.

Completam-se hoje dez anos após a partida da minha filha, e eu morro de saudade daquela gargalhada cristalina que ainda ecoa, e sempre ira ecoar, dentro de mim.

Dollarphotoclub_64209119-1000-400.jpg

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 12:14


O PIRIRI CRESCEU

por sopa-de-letras, em 27.11.15

12108236_10153076633555877_7355409193113992091_n.j

A SOFIA COM O PEQUENO JAMES E A RECEM-NASCIDA AMELIA

20150520_183916.jpg

EM CIMA ESQUERDA-JAMES FRANCISCO

EM CIMA DIREITA-ANDRE

EM BAIXO ESQUERDA-AMELIA MARIANNE

EM BAIXO DIREITA-JAMES FRANCISCO

20150817_210921.jpg

ANDRE E AMELIA

 

A ( aparentemente) mais fragil das minhas quatro filhas cresceu.

Piriri, `e a forma carinhosa como o Luis sempre a tratou.

Quando ele veio viver connosco, ela, que era a mais nova das tres, estaria entre os onze e os doze anos e pesava vinte kilos.

Durante anos a minha Sofia pesou vinte kilos. crescia em altura, mas pesava sempre vinte kilos. Magra que so visto.

Quando o seu primeiro filho nasceu, o Andre, parecia que ela nao tinha a menor vocacao para ser mae.

Agora, eu vejo, estava apenas assustada com a sua realidade. Era da sua responsabilidade aquela criaturinha recem nascida.

O Andre ensinou-a a ser mae, tal e qual como a Sandra me ensinou a mim.

Nos dias que correm, eu fico embevecida, vendo-a lidar desenvolta, com o marido, um filho adolescente, e dois bebes, e ainda uma cadela.

Bem hajas minha querida filha.

Que a tua boa estrela te acompanhe pela vida fora, a ti e `a tua familia.

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 06:44


QUATRO GERACOES

por sopa-de-letras, em 23.05.13

 

A MINHA MAE

 

 

EU

 

 

 

A MINHA FILHA SANDRA

 

 

A MINHA NETA ANGELA

 

 

 

 

QUATRO MULHERES, QUATRO GERACOES...

A MINHA MAE, A FILHA MAIS VELHA DA MINHA MAE, A MINHA FILHA MAIS VELHA, A FILHA MAIS VELHA DA MINHA FILHA MAIS VELHA.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:16


SAUDADE INFINITA

por sopa-de-letras, em 25.03.13

 

 

 

 

Nao existe a palavra que possa expressar o que sinto............

Viverei deficiente ate te reencontrar.

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 01:59

mytaste.pt



Síguenos en Twitter

Siguenos en Facebook


contador de visitas