Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]




PRINCESA DO ALENTEJO

por sopa-de-letras, em 21.08.13

Que saudade tinha da minha cidade.

Como `e reconfortante pisar de novo as pedras da sua calcada.

Como sabe bem rever rostos familiares.

Encher os pulmoes do ar quente que quase me sufoca.

E as lembrancas desfilam.

E a marca dessa ausencia cravada na minha alma.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

publicado às 16:16